Rad Studio 10 Seattle – RX. O que houve com o XE9?

Tempo de leitura: 4 minutos

Na última semana a Embarcadero lançou oficialmente a mais nova versão do Rad Studio, o Rad Studio 10 Seattle ou em sua versão abreviada RX. A estrutura da ferramenta continua a mesma, ou seja, o RX inclui o DX (Delphi 10) e o CX (C++ 10). O nome é bem sugestivo já que também recentemente a Microsoft lançou a mais nova versão de seu sistema operacional, o Windows 10, este é o principal motivo que fez a Embarcadero optar por não lançar o Delphi XE9, mas sim pular (ao menos no nome) uma versão e partir para a versão 10. O número 10 em algarismo Romano remete a antiga nomenclatura já que é representado pela letra X.

Mesmo com a funcionalidade de desenvolvimento cross-plataform presente no Rad Studio há alguns anos é fato que o Delphi ainda é muito forte no desenvolvimento de aplicações para plataforma Windows e o foco desta nova versão é exatamente este e isso tem um propósito. O lançamento do Windows-10Windows 10 marca uma nova era para a Microsoft, Terry Myerson tem uma meta ambiciosa de atingir a marca de 1 bilhão de dispositivos rodando Windows em 2 ou 3 anos. Essa nova fase na Microsoft lança um novo conceito de sistema operacional, o Windows as Service (ou Windows como serviço). O primeiro passo rumo a este objetivo foi dado que é a possibilidade de instalar o Windows 10 em computadores com versões piratas do Windows 7 e 8 tornando-se assim um usuário legalizado do Windows. Mas não se empolguem muito pois não existe almoço grátis. De qualquer forma a estratégia deu certo, até o fim de agosto a Microsoft já contabilizava mais de 75 milhões de instalações do Windows 10.

O Delphi vem mantendo a tradição de sair na frente e isso desde a época do Windows 95, caso não saiba o Delphi sempre acompanhou a evolução do sistema operacional do tio Bill e sempre se apresentou como solução de desenvolvimento com suporte as novidades que a empresa de Gates lançava no mercado. Foi assim com desenvolvimento 16 bits, depois suporte a 32 bits, Threads, Vista Dialogs, Touch e Gestures, Interface Metro e não está sendo diferente com o RX. A VCL incorpora novos componentes para que de forma transparente o desenvolvedor possa acessar a API do Windows 10 e utilizar os novos recursos, um exemplo disso é o novo componente TNotificationCenter que permite enviar notificações para um dispositivo rodando Windows 10.

win10notifications_seattle_annotated

Sim, eu sei o que você está pensando: “Mas já, nem terminei a instalação do Delphi XE8!”. Pois é, a Embarcadero continua com o pé no acelerador e mantendo a média de uma nova versão a cada 8 meses. Esse procedimento tem o lado bom e ruim, o bom é que a ferramenta evolui muito rápido, novas features são incluídas e o produto acompanha a evolução da tecnologia. O ruim é que não dá para acompanhar e se aprofundar em tudo de novo que é lançado, eu mesmo comecei a estudar todas as novidades do Delphi XE7 e antes de chegar na metade do meu objetivo o XE8 foi lançado. O que eu fiz? Ignorei solenemente do contrário ficaria maluco. Há também uma polêmica por conta de quem adquire uma licença e logo vê seu produto se tornar obsoleto. Para estes a Embarcadero possui um modelo de licenciamento de assinatura que garante a atualização das versões sem ter que pagar a mais por isso. Saiba mais em http://www.embarcadero.com/products/rad-studio/update-subscription.

Quando soube do lançamento do RX dei uma boa lida no release note e rapidamente percebi que estava diante de uma das versões mais completas lançadas até o momento e que valia a e muito a pena me dedicar ao estudo desta nova versão e é o que tenho feito até então. Tenho que correr contra o tempo pois tenho apenas 30 dias para isso, portanto foco e dedicação são ingredientes que não podem faltar nesta receita.

No próximo artigo início a saga pelas novidades da versão, a começar pela instalação, sim a instalação que ficou muito mais rápida e objetiva. Então até lá!

Eu sou Rodrigo Mourão e pela sua atenção obrigado.