Frameworks JavaScript, ame-as e as odeie!

No post de hoje vamos falar sobre as principais Frameworks JavaScript. São três grandes concorrentes que convivem num mercado dinâmico e que tem mudado bastante no decorrer dos anos.

Na primeira seção vamos falar sobre os ciclos de vida desses ambientes e assim verificar como esse mercado tem sido extremamente dinâmico nos últimos anos. Na segunda seção vamos falar sobre as três principais opções do mercado.

Os ciclos de vida das Frameworks JavaScript

Um artigo bem legal publicado no StackOverflow conclui que as JavaScript UI trabalham em ciclos que duram apenas alguns anos. A cada semestre um novo concorrente surge e rapidamente é adotado por muitos desenvolvedores.

Sendo assim , começa a produção de materiais e posts sobre como é um produto inovador e revolucionário. Em seguida surge uma nova UI, também se dizendo muito inovadora e revolucionária. Ela então é adotada e provoca uma queda de popularidade na anterior.

Baseado na ferramenta Stack Overflow trends, identificamos que as Frameworks Javascript possuem duas grandes fases em ciclo de vida. O primeiro é uma rápida ascendência em popularidade desde o surgimento até a adoção pela comunidade. Depois segue-se o período de declínio, que começa devagar, mas persiste ao longo do tempo.

Sendo assim, temos o constante desenvolvimento e lançamento de novas plataformas como razão desses ciclos curtos. As Frameworks Backbone, Knockout e Ember tiveram um período de ascensão até 2013 e desde então todas tem decaído em popularidade.

No entanto, o Angular e Vue aparecem sem sentido inverso e tem crescido rapidamente mais ou menos durante o mesmo período de declínio das três anteriores.

Apenas o tempo vai dizer qual framework se consolidará como ferramenta perene (se é que se pode dizer que existe alguma ferramenta perene na área de TI). Ter esses ciclos em mente é importante para entender que as principais Frameworks Javascript de hoje podem não vir a ser as principais de amanhã.

Fica claro então mais um exemplo da complexa e rápida dinâmica que a área de TI vive e assim, você tem mais um bom motivo para continuar antenado no blog e acompanhando as tendências tecnológicas.

As três grandes: React, Angular e Vue

Estas três Frameworks possuem uma grande comunidade de desenvolvedores. Comunidade esta que é bem ativa e participativa. Atualmente há no mercado muito conteúdo sobre elas e é fato que estes conteúdos podem ser encontrados de forma fácil e acessível.

Se você é um novo desenvolvedor e está em busca de uma qualificação em JavaScript, aprender uma dessas Frameworks é um ótimo começo.

React 

React é uma ferramenta Open Source, cujo projeto foi lançado em 2013 por Jordan Walke, um engenheiro do Facebook. 

O lema oficial do React é “a JavaScript library for building user interfaces”, um pouco diferente da propaganda oficial dos concorrentes que pregam ser uma framework “full”. Nesse sentido, muitas funcionalidades, como routing e data fetching foram deixadas à carga de plugins e serviços de terceiros.

Pode parecer uma desvantagem de início, mas essa abertura fez surgir um ecossistema bem ativo em torno da plataforma, oferecendo plugins e funcionalidades para a plataforma principal.

Angular

Angular é o sucessor do AngularJS. Ao contrário do React, é uma Framework completa, oferecendo funcionalidades standard para data fetching, state management e vários outros.

A linguagem de desenvolvimento usada é o TypeScript. Essa escolha tornou a ferramenta mais palatável para desenvolvedores acostumados com linguagens consagradas como Java e C# pelo fato de o TypeScript ser inspirado nessas linguagens orientadas a objetos.

Vue

Vue foi lançada em 2013 por Evan You. Diferente de React e Angular, Vue não possui uma grande companhia por trás de seu desenvolvimento e manutenção. É totalmente baseada em doações individuais e corporativas.

Um dos principais motivos pelos quais Vue cresceu rapidamente é a facilidade de aprendizado. A maioria dos desenvolvedores a considera a mais fácil de lidar e aprender. Possui funcionalidades parecidas tanto com React como AngularJS

Conclusão

Veja você, essas são as três principais Frameworks atualmente no mercado. Mas como te alertamos na primeira seção, o ciclo de vida dessas ferramentas é de alguns anos, o que faz com que seja necessário o acompanhamento de perto por parte dos desenvolvedores sobre as tendências de mercado e novas ferramentas.

Conte com o blog para se manter atualizado e saber quais as melhores escolhas. Até a próxima!

Referências:
https://javascriptreport.com/the-ultimate-guide-to-javascript-frameworks/

The Brutal Lifecycle of JavaScript Frameworks

E aí? Curtiu o artigo? Então deixe seu comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.