Estrutura de decisão em JavaScript

As estruturas de decisão são os famosos if’s e else’s utilizados na programação para direcionar o código e tomar decisões baseadas no resultado lógico de expressões ou em inputs que um usuário dê para o programa.

Junto com as estruturas de loop, que vamos ver no próximo artigo da série, os if-else e switches são as estruturas lógicas de decisão mais importantes do JavaScript.
Os três tipos de If-else

Em geral, você tem três opções de estruturas decisórias com if-else. A primeira delas é mais simples de todas, e consiste em apenas um statement if para avaliar uma expressão e executar um código de bloco apenas caso o resultado dessa expressão seja verdadeiro.

Por exemplo:

If ( A > B )
{
//bloco de código para ser executado caso A seja maior que B
}

O código que deve ser executado caso a expressão seja verdadeira vem sempre entre parênteses. Caso a expressão seja falsa, o bloco de código não é executado e o programa continua normalmente.

O segundo tipo de if-else é a estrutura em que o else aparece de fato. No primeiro caso(apenas o if) é aplicado quando apenas estamos interessados em executar um código caso a expressão seja verdadeira. O if-else do segundo caso é aplicado sempre que além de um bloco de código para o caso verdadeiro, também queremos executar um bloco de código para o caso falso.

A estrutura fica da seguinte forma:

If ( A > B )
{
// Bloco de código para o caso A seja maior que B
} else
{
// Bloco de código para ser executado caso A não seja maior que B
}

Por fim tem-se o terceiro caso, que é usado quando temos uma terceira condição para avaliar. Nesse caso, usamos um “else if” antes de dar a estrutura por terminada. Vamos para o exemplo para entender na prática.

If ( flag == 1 )
{
Msg = “Você será redirecionado para a página inicial”;
}
else if ( flag == 2)
{
Msg = “Aguarde! A página está carregando”;
}
else
{
Msg = “Obrigado! Volte sempre”;
}

Nesse terceiro caso, são três opções de resultados lógicos que podem ser obtidos. Caso a primeira condição seja verdadeira, o bloco de código referente à flag==1 será executado. Caso a primeira condição seja falsa e a segunda verdadeira, o bloco de código referente a flag==2 será executado. Caso as duas primeiras condições sejam falsas, o bloco de código referente ao último else será executado.
Switch-case: Quando usa?

A quarta estrutura de decisão mais importante(quarta aqui não significa ordem de importância, apenas que existem quatro principais mesmo, ok?) é o switch. Essa estrutura é usada sempre que o número de possibilidades que uma avaliação lógica pode resultar é maior que três. Imagine, por exemplo, que ao invés de um usuário responder sim ou não para uma entrada lógica, ele possa escolher entre 5 possibilidades. Tomemos exemplo de um menu de restaurante para exemplificar. O cliente pode escolher entre 5 pratos do dia. Nesse caso, caso fosse feito uma aplicação JavaScript para o site desse restaurante e você tivesse que processar essa entrada do usuário, provavelmente você usaria um switch da seguinte forma:

switch(opcao_cardapio)
{
Case 1:
//bloco de código para a primeira opcao do cardapio
Break;

Case 2:
//bloco de código para a primeira opcao do cardapio
Break;

Case 3:
//bloco de código para a primeira opcao do cardapio
Break;

Case 4:
//bloco de código para a primeira opcao do cardapio
Break;

Case 5:
//bloco de código para a primeira opcao do cardapio
Break;

Default:
//bloco de código para a primeira opcao do cardapio
Break;
}

A estrutura é quase auto-explicativa. Dependendo do conteúdo da variável opcao_cardapio, cada “case” será executado. O Switch é executado em sequência, o JavaScript compara o valor da variável opcao_cardapio com o número referente a cada “case”. Quando os valores são iguais, o código referente aquele case é executado.

A palavra “break” ao fim de cada bloco de código de cada case é para que apenas um deles seja executado. Ao final, há uma opção padrão(default). Essa opção é executada sempre que nenhum case é igual ao valor da expressão do switch, nesse caso, a variável opcao_cardapio.

Apesar de serem estruturas básicas, os mecanismos de decisão estão presentes em praticamente todos os programas de computador do mundo. Poder direcionar o código a partir de certas condições é fundamental para qualquer algoritmo, e o uso de if-elses e de switch-cases faz parte do alfabeto básico de toda linguagem de programação. Com JavaScript não é diferente.

No próximo artigo vamos estudar estruturas de loop que o JavaScript pode implementar. Até lá, se prepare e continue estudando!

E aí? Curtiu o artigo? Então deixe seu comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.